O buraco do metrô

Obras de Alice Klesck na estação General Osório do metrô

Na nova estação General Osório do metrô carioca há uma novidade tão irritante quanto o ar condicionado fracote e a sujeira que começa a tomar conta dos vagões nos fins de semana. Ao passar pelo longo corredor que leva às bilheterias e à plataforma, o usuário dá de cara com uma exposição temporária e um mural de azulejos – este, uma obra permanente.

A exposição temporária, com dois trabalhos em tamanho mural  e outras pinturas de grandes dimensões, tem patrocínio do Unibanco e é assinada por Alice Klesck, artista que dá seus primeiros passos na carreira. As fotos do trabalho de Alice neste post foram feitas com minha xereta digital.

O mural de azulejos reúne uma cena da Banda de Ipanema com o futebol. Torcedores de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco se juntam à bateria da banda num dia de carnaval.

Não faço aqui o julgamento da qualidade ou da originalidade dos artistas. Deixo-o para os leitores, embora acredite que é preciso, sim, haver análise, comparação, opinião. Destaco, no entanto, o que me parece mais grave:  a falta de critérios para escolher o que está sendo visto nesta galeria privilegiada, pela qual passam milhares de pessoas todos os dias.

Há uma comissão selecionando as obras? Quem são os membros? O que foi levado em conta no mural de azulejos? Quais serão as próximas exposições provisórias?

Não faço a defesa apenas da arte contemporânea. Nos espaços permanentes ou na mostra temporária, as obras podem e devem vir dos diversos segmentos das artes visuais – fotojornalismo, cinema, design, arte popular, caricatura, ilustração infantil, não importa. O que importa é a qualidade do resultado final e a legitimidade dos criadores.

Critério nas escolhas não é um favor de quem administra o Metrô Rio. É obrigação.

Espaço público exige uma política pública – e transparente – para a arte.

One thought on “O buraco do metrô

  1. Oi, tudo bem??!!
    Meu nome e Guilherme Vieira e sou amigo da Alice e do Pedro. Perdemos contato ao longo do tempo e gostaria se possivel o contato da Alice.
    Um cordial abraco and best regards,

    Guilherme Vieira
    email: gvieira41@yahoo.com

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s