Mais música do acaso

Outra obra do francês Céleste Boursier-Mougenot. Em vez dos passarinhos roqueiros do vídeo anterior (aqui), temos um piano que toca sem pianista, a partir dos movimentos que o espectador faz na sala de exposição. O ambiente é de 2009 e foi montado na Cooper Gallery, em Nova York. Nascido em Nice, em 1961, Boursier-Mougenot se aproxima aqui de John Cage e das experiências que Nam June Paik fez com instrumentos musicais, vitrolas antigas e discos em vinil.

Também no ano passado, o artista apresentou na Galeria Xippas, de Paris, “Scanner”, em que um balão inflado por gás hélio passeava pela sala estimulado por ventiladores. A partir de um sistema envolvendo sensores, um computador e amplificadores, o balão acionava notas agudas e graves e fazia música em seu percurso pelo ar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s