Um projeto do Nino

Uma das coisas gostosas desta atividade às vezes nebulosa chamada curadoria é poder assistir bem de pertinho ao processo criativo dos artistas. Ontem recebi por e.mail este croquis de Nino Cais, para uma instalação que ele vai fazer na exposição Ficções, caso nossa proposta saia vencedera dentro do Projeto Novos Curadores. Fui selecionada para a primeira edição, uma parceria entre Expomus e Paço das Artes, que você acompanha aqui, em tempo real. Estamos entrando na reta final.

Além de criar este ambiente, onde o público vai poder ler e processar suas próprias ficções, Nino vai fazer ainda uma performance e apresentar colagens inéditas. Depois que recebi este presente, saí para uma reunião com Angelo Venosa e Daniel Senise.  Vi os dois resolverem os impasses de seus trabalhos para outra mostra, Mapas invisíveis, que vai ser inaugurada em novembro e você também pode acompanhar aqui. Perceber as relações que eles faziam entre seus “mapas” e as histórias da Floresta da Tijuca e do Cemitério São João Batista deu um prazer imenso.

Como esta carga de trabalho vai me deixar sem poder fazer textos mais densos nos próximos dias,  permito-me este momento cabotino para compartilhar  o privilégio de vivermos em um país que tem tantos e tão bons artistas visuais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s