Galan e Belém na Cisneros

 

"Noite de São João", de Laura Belém, site specific para a Nuit Blanche Toronto 2007, exposição de arte contemporânea que dura uma noite. Usando memórias de infância, artista instalou 120 carreiras de bandeirinhas azuis com estrelas prateadas em uma rua da cidade.

Dois brasileiros – a mineira Laura Belém e o paulista Marcius Galan – foram contemplados na categoria “artistas emergentes” pelo CIFO 2011, programa anual de subvenções da Fundação Cisneros, dos Estados Unidos. O prêmio funciona apenas por convite e indicação – os nomes são decididos pelo conselho da Fundação, sediada em Miami. Galan e Belém são representados pela mesma galeria em São Paulo, a Luisa Strina.

Os seis artistas da categoria “emergentes” e os três artistas da categoria “mid-career” participarão de uma exposição coletiva na sede da Cisneros, que pretende com isso projetar a produção latino-americana nos Estados Unidos. “Mid-career” (meio de carreira) é uma expressão de difícil para uma tradução decente em português, mas fácil para ser compreendida: é uma categoria dedicada a artistas já maduros, mas que ainda não são “medalhões” incontestáveis. Artistas “mid-career” são aqueles caminham para o auge de suas carreiras e podem precisar de um empurrãozinho a mais para sua projeção internacional.

A Cisneros dá ainda um prêmio anual para “realização”/conjunto da obra (Achievement), que este ano foi para o argentino David Lamelas.

Nascido em Buenos Aires, em 1944, Lamelas deixou a Argentina em 1968 e morou em diversos países da Europa, Los Angeles e Nova York. Começou a carreira como escultor, mas aos poucos foi transformando a relação com o espaço numa pesquisa constante sobre a comunicação e o tempo. Um exemplo é Situación de tiempo, de 1967, em que 17 monitores de televisão são alinhados e sintonizados em um canal inexistente, instigando inquietações a respeito da contemplação da passividade diante da TV.

Os brasileiros que compõem o Conselho da Fundação são o curador da última Bienal de São Paulo, Moacir dos Anjos; as curadoras Ana Paula Cohen e Fátima Bercht (esta última do Museo del Barrio, em Nova York); e a artista Beatriz Milhazes. Veja a lista completa do conselho (aqui), que conta ainda com o crítico inglês Guy Brett e o artista belga Francis Alÿs.

+++

Veja a lista completa dos premiados abaixo:

 

Achievement Recipient:

David Lamelas (Argentina)

 

Mid-Career Recipients:

Tania Bruguera (Cuba)

Alicia Villareal (Chile)

 

Emerging Recipients:

Laura Belém (Brasil)

Marcius Galan (Brasil)

Fritzia Irizar Rojo (México)

Begoña Morales (México)

Amalia Pica (Argentina)

Antonio Vega (México)

One thought on “Galan e Belém na Cisneros

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s