David Fincher merecia o Oscar

David Fincher devia ter levado o Oscar de melhor diretor para casa nesta madrugada. Desde 1995, quando lançou Se7en – Os 7 pecados capitais – descobrindo para o mundo inteiro que Brad Pitt podia fazer mais com seu rostinho bonito -, este sujeito de Denver, Colorado, tem sido um dos mais inventivos e transformadores diretores de Hollywood.

O discurso do Rei é uma maravilha, uma delícia – e podia até vencer por um nariz A rede social na categoria de melhor filme. É bastante aceitável, já que no Oscar são contados também os votos que um candidato recebe em segundo e terceiros lugares. Vence o filme que agrada mais – ou desagrada menos.

A rede social era meu favorito – meu tempo é hoje -, mas não me ofende a história da gagueira do Rei George VI abocanhar o prêmio principal. E levá-lo para a terra da Rainha, filha mais velha do retratado, junto com o Oscar de melhor ator para Colin Firth, que já devia ter vencido ano passado pelo professor gay de O direito de amar, de Tom Ford.

Premiar o britânico Tom Hooper como melhor diretor por O discurso do Rei é homenagear uma cinematografia que nos deu, apenas em tempos recentes, gênios como Mike Leigh, Stephen Frears e Ken Loach.  As maiores virtudes de O discurso do Rei, no entanto, são os diálogos primorosos do roteiro (também premiado com um Oscar) e o duelo entre dois atores gigantescos – Firth, o rei gago, e Geoffrey Rush, o “especialista em assuntos da fala” que auxilia o monarca. O olho atrás das câmeras sempre conta, é claro, mas neste caso não foi o fator determinante.

A presença do diretor foi muito mais decisiva em outro filme sobre Elizabeth, Charles, Lady Di & Cia – o brilhante A Rainha, de 2006 -, mas Stephen Frears perdeu para Martin Scorsese (Os infiltrados). A Academia corrigiu aí uma antiga injustiça com uma nova: Frears era o melhor naquele ano, mas Scorsese já havia sido preterido quando concorrera com a obra-prima Touro indomável e também com Os bons companheiros e A última tentação de Cristo.

Fincher é o maestro de A rede social. Tudo no filme é bom – atores, roteiro adaptado, trilha sonora, fotografia. Mas o diretor foi a antena, a pedra de toque, o top chef a misturar os melhores temperos na receita. Foi injustiçado, no caso isolado e no conjunto da obra.

Meus melhores argumentos estão abaixo. Caso o vídeo demore a entrar, basta clicar novamente e ele “volta”, pois vai ser aberto no YouTube.

A REDE SOCIAL – 2010

O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTOM – 2008

ZODÍACO – 2007

ZODÍACO – FINAL CUT (um brindezinho)

O QUARTO DO PÂNICO – 2002

CLUBE DA LUTA – 1999

SE7EN – 1995

2 thoughts on “David Fincher merecia o Oscar

  1. Gosto quando o Oscar premia o artista especificamente pelo trabalho com o qual concorria. Fincher é ótimo, mas não creio que ele merecesse o Oscar desta vez. Considero “A rede social” um bom filme, mas apenas OK, com uma direção correta. Acho sempre lamentável quando um excelente ator ou diretor ganha o Oscar por um trabalho menor, não tendo ganhado quando realmente merecia. Quando penso em David Fincher, penso em “Clube da luta”, “Benjamin Button” e “Seven”. Penso até nas obras-primas videoclípticas que ele dirigiu, como “Vogue” (Madonna), “Express yourself” (Madonna) e “Freedom 90” (George Michael). Mas nunca em “A rede social”, apesar do frescor e da badalação.

    Gostar

    1. Menino,

      Eu AMO “A rede social”. Eu acho que a questão do Oscar é do ano. Considero Fincher o melhor do ano, o melhor da lista em 2010. Mesmo que “A rede social” não seja meu filme favorito dentre os que ele fez, era para mim a direção que mais fazia a diferença na lista dos indicados. Tom Hooper não foi a contribuição que garantiu o sucesso de “O discurso do Rei”, decididamente. SMACK.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s