Faraó cruza o Atlântico

Amnemhat II singra o oceano, para deleite de Nova York

Uma estátua monumental do faraó Amenemhat II, do Museu Egípcio de Berlim, está atravessando o Oceano Atlântico rumo a Nova York. Em reforma, a instituição alemã aceitou emprestar a peça por 10 anos para o Metropolitan Museum. Com nove metros de altura e mais de nove toneladas, a peça foi esculpida em um único bloco de pedra e mostra o faraó sentado, com corpo atlético, e usando uma túnica que ultrapassa os joelhos.

Nefertite: obra-prima

Amnemhat II foi o terceiro faraó do 12a Dinastia Império Médio do Egito (1919-1885 a.c), o que leva a uma atribuição de mais de 4 mil anos para a idade da escultura. Ela vai ser instalada no Grande Salão do Met, museu que tem ótima sessão de peças do Egito Antigo, mas nenhuma em escala monumental.

A discussão sobre arte usurpada e a importância de se devolver para países Egito, a Grécia e o Irã o acervo saqueado por arqueólogos europeus dos séculos XVIII e XIX é muito válida. Enquanto isso não acontece, é preciso dizer que o Museu Egípcio de Berlim (vá ao site, aqui) é visita obrigatória para quem sabe que o mundo não começou com a arte contemporânea.

Nada brota do nada e é importante encadear tempos e espaços no nosso arquivo visual.  O maior destaque do acervo em Berlim é o busto de Nefertite, uma das peças mais impressionantes que tive a oportunidade de ver.

Fonte: The New York Times

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s