Sobre a Fundação Bienal de SP

O bloqueio da Fundação Bienal de SP merece debate e revolta. É preciso que se analise o que está ocorrendo com maturidade e malícia. É uma situação ambígua, em que ninguém é mocinho, ninguém é inocente, ninguém é coitado. Mas impedir a instituição de realizar o que sempre realizou é manchá-la para sempre e enfraquecer a Bienal de SP no cenário internacional.

Bem ou mal gerida, a Fundação Bienal é um patrimônio não só de São Paulo, mas de todos os brasileiros. Garantir que ela não cometa os erros do passado é o segundo degrau de um processo que deve começar com a defesa da Bienal. É bastante complicado se considerar absurdo que se gaste R$ 25 milhões em “um evento efêmero” como a Bienal e nada esquisito que porções de R$ 10 milhões sejam entregues a cada três ou quatro meses a uma produção de teatro musical.

É um espanto, ainda, que nós, ligados às artes visuais, percamos tanto tempo discutindo tanta bobagem nas redes sociais e não nos mobilizemos por um assunto que realmente merece angústia, alarme, união e combate – não necessariamente nesta ordem.

Obs. Pode-se chegar à conclusão de que o Brasil não precisa de Bienal de São Paulo. Será? Eu tendo a acreditar que esta opinião é uma calamidade, que descola o tempo presente de uma noção de história e conquista coletivas.

One thought on “Sobre a Fundação Bienal de SP

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s