O pavor da beleza


Resolvi guardar aqui no blog uma reflexão feita ontem e  a jato no Facebook, porque acho que ela poderia ser aprofundada e debatida mais adiante por artistas, críticos e pesquisadores. Ei-la:

Como não posso falar do Botafogo – semana que vem poderei – gostaria de continuar na arte. Porque o que realmente importa é a arte, até mesmo no futebol.

A arte é maior que o dinheiro, que as picuinhas, que os obas-obas, que as disputas. E a arte se impõe no tempo. Faz isso podendo ser política, explicitamente política. Mas também transforma e redime pelo caminho do virtuosismo e da beleza.

Andamos com muito medo da beleza, do silêncio, da sutileza, daquilo que nos pede tempo. O belo se tornou algo inatual, como aponta bem Jacopo Crivello Visconti em seu texto de parede sobre Sean Scully, exposição que arrepia e ilumina – em cartaz na Pinacoteca do Estado de SP. Mas o belo, como também escreve Jacopo, parece ser também cada vez mais necessário.
Poderia apontar muitos trabalhos em minha geração que são redentores em sua beleza. Mas, como uma das presidentes do Cildo Meireles Futebol Clube, pergunto apenas: já foram ver “Missão:missões (Como construir catedrais)” na Casa Daros?

É um trabalho claramente político. E também bonito, muito bonito. Minucioso, virtuoso, preciso. Narrativo até o talo, consegue ser silencioso e contemplativo. Quando você se dá conta, o brilho das moedas e a sedução sensorial contaram para uma gaveta de sua memória uma história antiga, mas que se atualiza em nosso dia-a-dia. Uma história de silêncios, como esse trabalho magistral.
Pois é, nem sempre é preciso gritar.

Um beijo e bom domingo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s